44 9 9834-1824

Noticia

‘SUMIÇO’ DO DINHEIRO DO AUXÍLIO EMERGENCIAL DE CONTAS PICPAY E NUBANK ASSUSTA USUÁRIOS

Publicada em 08/07/20 as 21:12h por Tv Cruzeiro - 185 visualizações


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Divulgação)
Usuários que transferiram o dinheiro do auxílio emergencial para os aplicativos bancários PicPay e Nubank têm relatado, nas redes sociais, o sumiço do dinheiro das contas. Segundo ambas as empresas, o sumiço do dinheiro do auxílio emergencial se deu por uma falha do sistema da Caixa Econômica Federal (CEF). A Caixa, por sua vez, disse que não achou falhas.


‘Sumiço’ do dinheiro do auxílio emergencial de contas PicPay e Nubank assusta usuários
(Foto: Divulgação)
Usuários que transferiram o dinheiro do auxílio emergencial para os aplicativos bancários PicPay e Nubank têm relatado, nas redes sociais, o sumiço do dinheiro das contas. Segundo ambas as empresas, o sumiço do dinheiro do auxílio emergencial se deu por uma falha do sistema da Caixa Econômica Federal (CEF). A Caixa, por sua vez, disse que não achou falhas.


As reclamações dos usuários começaram nesta terça-feira (7) e se espalharam pelas redes sociais. Entre os relatos, as pessoas dizem que valores entre R$ 200 e R$ 600 sumiram de suas contas. 

Segundo os usuários, ao tentar fazer contato para descobrir o que estava acontecendo, algumas pessoas sequer eram atendidas, o que gerou ainda mais preocupação. Apesar disso, horas depois os valores acabaram sendo devolvidos às contas e os aplicativos pediram desculpas pela situação.

O uso destes aplicativos se tornou comum entre os beneficiários do auxílio emergencial, pois assim conseguem ‘driblar’ a restrição imposta pela Caixa para realizar saques e transferências usando o aplicativo Caixa TEM. A Caixa limitou o uso dos recursos por causa das filas e essas empresas acabam facilitando para quem precisa do dinheiro imediatamente.


Pedrão
@opedromelloa
·
7 de jul
GENTE!! PELO AMOR DE DEUS, #nubank sumiu com meu dinheiro hoje! 
Tinha um saldo de R$518,20 e apareceu esse "Ajuste" que deixou minha conta zerada.



O que disseram Nubank e PicPay sobre sumiço do dinheiro do auxílio emergencial
Segundo o Nubank, a falha no sistema da Caixa se deu ao efetuar o boleto que transfere os valores para as contas virtuais. “Entre 15 de abril e 10 de junho de 2020, parte dos clientes do Nubank que realizou o pagamento de boletos por meio da Caixa Econômica Federal recebeu em sua conta digital uma quantia superior ao valor correto. O erro ocorreu devido a uma falha no sistema da própria CEF”, diz a nota.


‘Sumiço’ do dinheiro do auxílio emergencial de contas PicPay e Nubank assusta usuários
(Foto: Divulgação)
Usuários que transferiram o dinheiro do auxílio emergencial para os aplicativos bancários PicPay e Nubank têm relatado, nas redes sociais, o sumiço do dinheiro das contas. Segundo ambas as empresas, o sumiço do dinheiro do auxílio emergencial se deu por uma falha do sistema da Caixa Econômica Federal (CEF). A Caixa, por sua vez, disse que não achou falhas.


As reclamações dos usuários começaram nesta terça-feira (7) e se espalharam pelas redes sociais. Entre os relatos, as pessoas dizem que valores entre R$ 200 e R$ 600 sumiram de suas contas. 


Segundo os usuários, ao tentar fazer contato para descobrir o que estava acontecendo, algumas pessoas sequer eram atendidas, o que gerou ainda mais preocupação. Apesar disso, horas depois os valores acabaram sendo devolvidos às contas e os aplicativos pediram desculpas pela situação.

O uso destes aplicativos se tornou comum entre os beneficiários do auxílio emergencial, pois assim conseguem ‘driblar’ a restrição imposta pela Caixa para realizar saques e transferências usando o aplicativo Caixa TEM. A Caixa limitou o uso dos recursos por causa das filas e essas empresas acabam facilitando para quem precisa do dinheiro imediatamente.


Já o Pic Pay explicou que o sumiço do auxílio emergencial se deu por instabilidade do sistema do Caixa TEM, o que provocou que um pequeno percentual das transações entre o aplicativos e o PicPay não fosse concluído. “Nesses casos, o usuário deve fazer nova tentativa. Se a Caixa tiver debitado o valor utilizado para a transferência, o estorno deverá ser realizado pelo próprio banco”, disse a empresa em nota.

Em nota, a Caixa Econômica Federal afirmou que não identificou falhas em seus sistemas. O banco informou que já foram processados cerca de 6 milhões de boletos sem nenhum incidente no sistema de cobrança a instituição. 

Ricmais




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








TV CRUZEIRO

44 99834-1824

Visitas: 1887544
Usuários Online: 81
Copyright (c) 2020 - Tv Cruzeiro